Como substituir o fermento biológico fresco pelo seco

Como substituir o fermento biológico fresco pelo seco

Partilhe com os seus amigos ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Como substituir o biológico pelo seco

O cozinheiros com mais tempo de “estrada” sabem que existem o fermento de (biológico) e o fermento de (químico). Além dessa diferença básica, a indústria alimentícia ainda trouxe uma opção que veio facilitar a nossa vida: o fermento biológico seco. A versão fresca do fermento de pão, até então a única opção, tem algumas complicações, pois é preciso ser mantido sempre na geladeira, o prazo de validade é pequeno e não é muito de encontrar. Substituir o fermento fresco pelo seco nas receitas, na grande maioria das vezes, dá certo. Percebo pequenas diferenças de sabor e textura, mas são mínimas. Qual a quantidade a ser usada para substituir o fermento biológico fresco pelo seco? É o que vamos descobrir.

O fermento biológico fresco de uso doméstico vem em tabletes de 15 g – geralmente, 1 pacote vem com 4 tabletes de 15 g -, enquanto o seco vem em pacotinhos com 10 g. O fermento seco é na verdade o fermento biológico seco instantâneo. É instantâneo porque não precisa ser ativado, pode ser adicionado à e trabalhado normalmente junto com os outros ingredientes. O fermento fresco chega às nossas mãos inativo, a fermentação é evitada pelo frio, por isso precisa ficar na geladeira. Só uma curiosidade, não se preocupe com isso, siga a e, se for boa, dará certo 🙂

Mas, ao que interessa: para substituições, tenha em mente que 1 tablete de fermento biológico fresco (15 g) equivale a 1/2 colher de de fermento biológico seco (5 g).

http://universoalimentos2.blogspot.pt/2014/02/como-substituir-o-fermento-biologico.html