Diabetes — como prevenir

Diabetes — como se prevenir

Partilhe com os seus amigos ...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Diabetes — como se prevenir

O NÚMERO de casos de diabetes melito tem aumentado tão rapidamente que essa doença está se tornando uma epidemia mundial. Existem dois tipos principais de diabetes. O tipo 1 geralmente surge na infância, e atualmente os médicos não sabem como preveni-lo. Este artigo fala sobre o tipo 2, que corresponde a cerca de 90% de todos os casos de diabetes.

Embora fosse considerada no passado uma doença apenas de adultos, mais recentemente, o diabetes tipo 2 também tem sido diagnosticado em crianças. No entanto, de acordo com especialistas, é possível reduzir o risco de desenvolver esse tipo de diabetes. Pode ser de ajuda saber mais a respeito dessa doença traiçoeira.

O que é diabetes?

O diabetes é uma doença que provoca um nível excessivo de no . Ele descontrola o processo que transfere o açúcar da corrente sanguínea para as células, onde é transformado em energia. Esse descontrole danifica órgãos vitais e prejudica a circulação sanguínea, algumas vezes levando à cegueira, a doenças renais ou à amputação de dedos do pé ou do pé inteiro. Um grande número de morre de ataque cardíaco ou de derrame.

Um fator que muitas vezes contribui para o diabetes tipo 2 é o excesso de gordura corporal. Especialistas acreditam que o acúmulo de gordura no abdômen e na cintura indica um risco maior de desenvolver diabetes. Em especial, a presença de gordura no pâncreas e no fígado parece comprometer o controle de açúcar no sangue. O que você pode fazer para se prevenir do diabetes?

Três passos que podem ajudar na prevenção do diabetes

1. Se você pertence a um grupo de risco, faça um exame de seu nível de açúcar no sangue. Antes de desenvolver diabetes tipo 2, uma pessoa geralmente apresenta o pré-diabetes — quando o nível de açúcar no sangue está um pouco mais alto do que o normal. Tanto o pré-diabetes quanto o diabetes tipo 2 são problemas de saúde, mas há uma importante diferença entre eles: o diabetes pode ser controlado, mas ainda não pode ser revertido. Por outro lado, com tratamento, alguns pré-diabéticos conseguiram voltar a ter um nível normal de açúcar no sangue. O pré-diabetes talvez não apresente sintomas, por isso, pode passar despercebido. Pesquisas mostram que aproximadamente 316 milhões de pessoas no mundo têm pré-diabetes, mas muitas delas não sabem disso. Por exemplo, só nos Estados Unidos, uns 90% das pessoas pré-diabéticas não estão cientes de sua condição.

O pré-diabetes, porém, não é inofensivo. Além de indicar a predisposição ao diabetes tipo 2, o pré-diabetes foi recentemente relacionado a um risco maior de demência. Se você está com excesso de peso, se não pratica exercícios físicos ou se tem algum diabético na família, talvez você já tenha pré-diabetes. Um exame de sangue poderá dar essa informação.

2. Alimente-se de forma saudável. Sempre que for possível e prático, procure ter uma dieta saudável. Coma porções menores do que você costuma comer. Beba água, chá ou café, em vez de sucos e refrigerantes que contêm açúcar. Em vez de alimentos refinados, coma com moderação pão, e integrais. Prefira magras, peixe, e oleaginosos, como nozes, avelãs e amêndoas.

3. Pratique exercícios. Exercícios físicos podem baixar o nível de açúcar no sangue e ajudar você a manter um peso saudável. Use parte do tempo que você gasta vendo televisão para se exercitar, recomenda um especialista.

Você não pode mudar sua genética, mas pode mudar seu estilo de vida. Vale a pena fazer o que puder para melhorar sua saúde.

Matéria retirada da revista: Despertai.
www.jw.rg