Alheira de Mirandela

Carnes, Receitas,

Partilhe com os seus amigos ...Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter

Alheira de

 

Receitas de cozinha, Alheira de Mirandela. Quem não gosta de uma bela Alheira de Mirandela.

 

Ingredientes

Alheiras de Mirandela: 1,75 kg

Batatas: 1,5 kg

inteiro Classe M: 10

Grelos de nabiças: 2 kg

Azeite: 300 g

Alhos frescos: 40 g

Sal: 40 g

Tomilho Prata: 20 g

 

Confecção

Coze-se as batatas com a pele em água com sal e raminho de tomilho. Dá-se um golpe nas alheiras pela parte de trás. Coloca-se uma parte de azeite numa frigideira e frita-se a alheira. Assim que a pele encorrilhar de um dos lados, virar e fritar do outro lado. Retirar as alheiras e reservar. Estrelar os ovos no restante azeite e reservar. No mesmo azeite saltear os alhos esmagados, as batatas cozidas com a pele, cortadas às rodelas. Retirar as batatas e os alhos e juntar os grelos. Colocar num prato o ovo por cima da alheira (que deve estar inteira), do lado direito as batatas salteadas e do lado esquerdo os grelos. Alheira de Mirandela Muito bom!

Um pouco de história

 

Alheira de Mirandela

A alheira de mirandela é um enchido típico da culinária cujos principais ingredientes podem ser carne e gordura de , carne de aves, pão, azeite, banha, alho e colorau.

Segundo a tradição, este enchido terá sido criado por cristãos novos que, em segredo, continuavam a guardar costumes da sua renegada religião judaica, a fim de dar a entender a toda a sociedade que eram cristãos assumidos e bem integrados. Como o judaísmo proíbe o consumo da carne de porco, alguns dos supostamente recém convertidos teriam inventado um chouriço onde discretamente a carne de ave substituía a carne de porco, tradicional entre os cristãos. Desta forma, nas primeiras alheiras foram usadas várias carnes alternativas ao porco, tais como , coelho, peru e .

A suposta ligação da alheira de mirandela com os novos cristãos talvez não passe de uma ideia romântica popular, e não há factos concludentes que a suportem. Parece mais certo que o seu aparecimento esteja ligado ao próprio ciclo de produção de fumeiros caseiros, ou simplesmente à necessidade de conservação das carnes dos diversos animais criados e para consumo próprio.

Na região de origem a norte de Portugal (Trás-os-Montes) a alheira é consumida grelhada, ou assada em lume brando, acompanhada por batata cozida com um fio de azeite, e legumes da época variados. Mais a sul o mais natural é encontrar os menus com a alheira frita, batatas fritas, ovo estrelado e saladas de alface e tomate. Por vezes, é também acompanhada por grelos de . É uma presença habitual nas ementas dos restaurantes de todo o país.

A mais famosa das alheiras é a oriunda de Mirandela, na região de Trás-os-Montes, conhecida pelo nome de Alheira de Mirandela, frequentemente considerada a de melhor qualidade.