Pastéis Vegetais

Partilhe com os seus amigos ...Pin on Pinterest
Pinterest
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on Whatsapp
Whatsapp

Pastéis Vegetais

Ingredientes:
| 80 gr. de cebola
| 2 dentes de alho
| 140 gr. de cenoura ralada (2 cenouras)
| 240 gr. de courgette ralada (1 courgette, sem sementes, com casca)
| sementes de anjuão* q.b. (eu usei sementes de cominhos)
| asafoetida** q.b. (eu usei 1 c. () de caril)
| 2 c. rasas (chá) de açafrão
| 2 M
| 80 gr. de + q.b. para moldar
| 60 gr. de ralado
| 1 c. (chá) de sal fino

Preparação:
Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Rale a cenoura e a courgette. Coloque entre dois papéis absorventes para que seja absorvida a maior parte da água. Faça o mesmo procedimento para os dentes de alho e a cebola.
Num recipiente, misture os ovos, o sal, o açafrão, as sementes e a asafoetida. (poderá usar os temperos que mais gostar e na quantidade que desejar)
Junte a farinha e o pão ralado até obter um tipo de polme. Junte os legumes reservados e misture bem. Com as mãos enfarinhadas, molde pequenas bolas e espalme ligeiramente para que fiquem com o aspecto de bolinhos. Se preferir, pode optar por moldar na forma de hamburgueres.
Dsponha os bolinhos em cima de um tapete de silicone ou uma folha de papel vegetal e leve ao forno por 15 minutos. Findo o tempo, volte-os e deixe cozer por mais 15 minutos. Este tempo é referencial, depende do tamanho dos pastéis. Para verificar se estão cozinhados, pressione o centro, se estiver muito mole, deixe ficar mais um pouco.

* Sementes de anjuão são da família dos cominhos e da e é muito importante na dieta . Liga muito bem com os legumes e peixe – muito comum nos bahji de cebola que se come nos restaurantes indianos. É bastante utilizada no foro da medicina Ayurveda, ajudando em doenças de trato digestivo. Podem ser consumidas em pó ou em sementes.

** Asafoetida é uma resina que não é originária da India mas que é de uso comum na gastronomia e na medicina indiana ancestral. É utilizada, normalmente, em pó e hoje é vendida misturada com farinha de arroz. Tem um cheiro intenso e atribui um aroma muito agradável à comida onde é adicionado. Deve ser utilizado com moderação e se não apreciar o sabor muito intenso a cebola e a alho, não misture estes ingredientes com o pó de asafoetida. Em termos médicos é muito utilizado como auxiliar digestivo e no tratamento de bronquite e asma.

http://sweet-gula.blogspot.pt/2014/01/-vegetais.html