Alimentos de outono: Couve-galega ou couve-manteiga

Alimentos de outono: -galega ou -manteiga

Como todos os vegetais crucíferos, a couve-galega é mais no outono, embora a sua produção se estenda a todo o ano. A couve-galega ou couve-manteiga é a vulgarmente usada no famoso caldo-verde. Esta variedade de couve é excelente em e tem o dobro da quantidade de cálcio presente no leite. Também é muito rica em vitamina C, em ferro e tem uma excelente quantidade de vitamina A.

No campo dos fitoquímicos, os responsáveis pelo poder antioxidante, a couve-galega possui uma grande quantidade de carotenóides como a luteína, benéfica para a visão e especialmente para as cataratas, para a Doença Pulmonar Crónica Obstrutiva (DPCO) e para a aterosclerose (a formação de placas nos vasos e artérias). Possui betacaroteno, ácido fólico e compostos que atuam na proteção contra o cancro.

Esta couve é excelente para regimes de emagrecimento, porque só tem 26 calorias por cada 100 gramas. Para manter todos os seus benefícios intactos deve ser, de preferência, cozinhada a vapor.